Tabela Imposto de Renda 2020

Tabela Imposto de Renda 2020

Declarar o Imposto de Renda 2020 é obrigatório para a maioria do Brasileiros. Uma das fontes de arrecadação mais importantes do Governo Federal é o justamente Imposto de Renda 2020. As alíquotas de contribuição da Receita são definidas de acordo com a tabela Imposto de Renda 2020.

O contribuinte paga imposto proporcional à sua renda mensal – quanto maior for a renda do trabalhador, maior a contribuição com a Receita. A tabela foi atualizada pela última vez em 2015, com um reajuste de 5% do limite de isenção do pagamento do imposto.

Tabela Imposto de Renda 2020
Tabela Imposto de Renda 2020

A restituição do imposto é concedida a todo o trabalhador que irar receber um determinado valor em dinheiro de retorno, após o balaço feito entre rendimento e as deduções com despesas diversas com saúde, educação e outros serviços de acesso ao cidadão.

Para quem não conheça o IRPJ 2020 é o mesmo imposto pago pelo o trabalhador, porém é o nome destinado a pessoa jurídica e pago pelo mesmo.


Imposto de Renda 2020

Através desta tabela é possível ser ter uma base das alíquotas de recolhimento:

  • Ser você teve um rendimento anual de até R$ 22.847,76 não precisa fazer a declaração do imposto de renda, estando isento do mesmo.
  • Agora caso o seu rendimento seja de R$ 22.847,77 até R$ 33.919,80 a sua alíquota de dedução é de 7,5 %.
  • Se o seu rendimento for de R$ 33.919,81 até R$ 45.012,60 a alíquota de dedução do Imposto de Renda é de 15%.
  • Se o rendimento for de R$ 45.012,61 até R$ 55.976,16 a alíquota de recolhimento é de 22,5%.
  • Rendimento acima de R$ 55.976,17 possui alíquota de 27,5% para recolhimento do imposto de renda.

A declaração do imposto de renda deve ser feita anualmente pelo programa do imposto de renda, na declaração de ajuste anual do imposto de renda.

Imposto de Renda 2020
Imposto de Renda 2020

Tabela Imposto de Renda 2020

Ao todo, a Receita Federal disponibiliza 3 tabelas importantes para o contribuinte:

  • A tabela do IRRF – Imposto retido direto na fonte de pagamento, como folha de pagamento, ou operações no mercado de capitais;
  • Tabela de alíquotas de incidência anual – As alíquotas de contribuição para rendimentos que não tiveram retenção na fonte, mas que devem ser pagos pela declaração do IRPF;
  • Tabela de IRPF para participação nos lucros – com aliquotas de contribuição para rendimentos provenientes da paricipação nos lucros da empresa.
Tabela Imposto de Renda 2020 - Confira os valores e alíquotas do IRPF 2020
Tabela Imposto de Renda 2020 – Confira os valores e alíquotas do IRPF 2020

Confira abaixo as tabelas de contribuição:

Tabela Imposto de Renda 2020 (incidência anual)

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 22.847,76 Isento Isento
De 22.847,77 até 33.919,80 7,5 1.713,58
De 33.919,81 até 45.012,60 15 4.257,57
De 45.012,61 até 55.976,16 22,5 7.633,51
Acima de 55.976,16 27,5 10.432,32

Tabela Imposto de Renda Retido na Fonte 2020 (incidência Mensal)

Base de Cálculo Alíquota Parcela a Deduzir do IR
Até R$ 1.903,98
De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 7,5% R$ 142,80
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 15% R$ 354,80
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5% R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,68 27,5% R$ 869,36

O imposto de renda retido em fonte é um imposto de caráter obrigatório a pessoa jurídica de qualquer ramo de atividade afim, que faz recolhimento dos impostos de qualquer benefício do trabalhador assalariado.


Tabela IRPF 2020 para rendimentos de participação nos lucros

Valor do PLR anual (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
De 0,00 a 6.677,55 0,0
De 6.677,56 a 9.922,28 7,5 500,82
De 9.922,29 a 13.167,00 15 1.244,99
De 13.167,01 a 16.380,38 22,5 2.232,51
Acima de 16.380,38 27,5 3.051,53

Cálculo do Imposto de Renda 2020

Para realizar o cálculo do imposto de renda do trabalhador, a Receita Federal faz a soma dos rendimentos que teve mais as contrapartes que são as deduções. O valor final é comparado com a tabela de vigência do imposto de renda, essa tabela faz a determinação da porcentagem que deve ser pagar.

Algumas despesas feitas durante o período do ano de vigência podem ser descontadas na declaração. Isso faz com que o contribuinte pague menos imposto ao declarar o imposto de renda.

Caso o contribuinte realize o pagamento é tenha pago menos imposto do que deveria, ele vai precisa pagar mais na próxima declaração. O valor sempre é informado no fim do preenchimento da declaração do imposto de renda. O pagamento para comodidade dos contribuintes pode ser realizado em boleto ou em debito automático.

A sonegação de qualquer imposto é crime, ser for identificado e pego, o contribuinte pode pagar uma multa de 150% do imposto que ele deveria cumprir, além de pena de prisão de 2 anos.

Abaixo você poderá entender melhor sobre as aliquotas do Imposto de Renda:

  • Aqueles que recebem até R$ 1.903,98 não precisam recolher IRPF;
  • No caso de quem recebe entre R$ 1.903,99 e R$ 2.826,65 por mês, deve pagar 7,5% de aliquota e tem R$ 142,80 de dedução;
  • Para quem recebe entre R$ 2.826,66 e R$ 3.751,05, paga 15% de aliquota e R$ 354,80 de dedução;
  • Aqueles que recebem entre R$ 3.751,06 e R$ 4.664,68, pagam aliquota de 22,5% e R$ 636,13 de dedução;
  • Qualquer valor acima de R$ 4.664,68 a aliquota será de 27,5% e R$ 869,36 de dedução.

Isenção Imposto de Renda 2020

Não são todas as pessoas que são obrigadas a realizar a sua declaração do IRPF. Veja abaixo umas lista para pessoas que ficam livre de declarar o IR:

  • Pessoas cujo os rendimentos sejam providos de pensão, aposentadoria ou reforma;
  • Pessoas com renda anual inferior a R$ 22.847,76 de acordo com a tabela imposto de renda 2020;
  • Pessoas que possuam algum tipo de doença grave, possuem automaticamente isenção do imposto de renda 2020, conforme explica a lei nº 7.713/88.

Como solicitar a isenção do IRPF

Como Solicitar a isenção do IR
Como Solicitar a isenção do IR

Se você se enquadrar em qualquer um desses itens acima, é bem provável que você possua isenção imposto de renda 2020. Para isso basta:

  1. Procurar um médico da União;
  2. Obter laudo médico comprobatório da sua condição de saúde;
  3. Apresentar na Receita Federal um laudo comprovando sua doença;
  4. Aguarde 30 dias pelo resultado
  5. Pronto! Assim ser isento do imposto de renda.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (36 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...